Make your own free website on Tripod.com

camargo
Brasão
Principal
Orígem
Brasão
Ancestrais
Gasparino Vieira Borges
Iracema Rodrigues da Silva
Jorge Vieira de Camargo
João Vieira de Camargo
João Vieira de Camargo
Cypriano Vieira de Camargo
Família Camargo
Os filhos
Antonio Fleury Camargo
Maria Elsa Camargo
Maria Cerly Camargo
José Rodrigues de Camargo
Rita Rodrigues Camargo
Eloina Rodrigues Camargo
João Vieira de Camargo

 
Descrição do Brasão da Família Camargo


O livro "Os Camargos de São Paulo", de Carvalho Franco, publicado em 1937, traz em detalhes as primeiras gerações de Jusepe de Camargo.

Na página 49 aparece o brasão com a legenda "Camargo - Ramo da Estremadura".

Na página 8, dá uma descrição dos vários brasões da família: O solar do valle de Camargo usava: de ouro, com quatro bocaes de poço de negro e bordadura de vermelho, carregada com oito castellos de ouro.

O ramo da Estremadura, usava: de ouro, com cinco caldeiros de negro postos em santor e bordadura de vermelho, carregada com oito castellos de ouro.

A casa de Santillana usava: de ouro, com seis arruelas de veiros de azul e prata e bordadura de vermelho, carregada com dez castellos de ouro.

Ramificações desta ultima casa; usavam: esquartelado -tio primeiro e quarto, as armas acima e no segundo e terceiro, uma banda de prata em campo de azul.

- A proposito das armas do ramo de Placencia (Caceres) escreveu-nos o padre Gabriel Lorente, existir no claustro da cathedral daquella cidade, na sepultura de d. Driogo Ruiz de Camargo, um escudo com cinco caldeiros e oito aspas na bordadura, em lugar de castellos, esclarecendo que as aspas, ou cruzes de Santo André, deviam ter sido conferidas a algum ascendente do primeiro desse appellido fixado em Placencia e que alli falleceu em 1362, pois as cruzes réferidas são privativas dos cavalleiros que figuraram na tomada de Baeza -(1227).

O mesmo escudo está lavrado no cimo da porta do convento de Santa Clara, da mesma cidade, figurando como armas de d. Affonso Ruiz de Camargo; fundador do mosteiro, irmão de d. Diogo e que falleceu em 1477.

O ramo Ruiz de Camargo, de Placencia, adviera de Buréba, na província de Burgos, com Gonçalo Ruiz de Camargo.

Na mesma província permaneceu a raiz de tal galho que, no século XVI, com Francisco Ruiz de Camargo, morador em Rõa, fazia em 1546 constar de sentença as suas armas: de ouro, com seis arruelas postas duas, duas e duas e formadas por duas faixas de veiros de azul e prata e bordadura de vermelho, carregada de dez castellos de ouro, com redondel de azul no centro, postos três em chefe, seis nos flanco, e um em ponta
.

Mande sua contribuição para

Nilo Momm